‘Washington Post’ cita governo Dilma como ‘pior cenário’ possível para Trump
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Washington Post’ cita governo Dilma como ‘pior cenário’ possível para Trump

O foco da comparação está nas promessas de grandes estímulos a setores econômicos públicos e privados, aliados a uma agenda de investimento pesado em grandes obras de infraestrutura

Redação Internacional

21 de novembro de 2016 | 18h41

O jornal americano The Washington Post usou o exemplo da crise política e econômica do Brasil para falar sobre qual seria o “pior cenário” da presidência de Donald Trump.

Em um texto que cita as principais propostas de campanha do bilionário eleito para a Casa Branca no dia 8, a reportagem do Post afirma que o cenário mais negativo seria uma repetição do governo de Dilma Rousseff.

Leia Também

Trump e o Brasil

DILMA_W_POST

O foco da comparação está nas promessas de grandes estímulos a setores econômicos públicos e privados, aliados a uma agenda de investimento pesado em grandes obras de infraestrutura.

“A agenda econômica de Trump lembra a de líderes populistas em outros países. Em particular, as medidas que ele propôs são similares às de Dilma Rousseff, ex-presidente do Brasil, deposta do cargo em agosto”, afirma o Post.

O texto segue citando outras coincidências de agenda, como as restrições às importações e os subsídios generosos às grandes corporações, prometendo um estímulo interno, mas colhendo inflação e recessão.

A diferença essencial, pondera o texto, seria o relativamente baixo impacto nos EUA de uma queda generalizada do preço das commodities – como a que ocorreu nos últimos anos e é apontada como responsável por parte da crise que Dilma não teria sabido como manobrar.

Tudo o que sabemos sobre:

TrumpDilmaBarack Obama (EUA)

Tendências: