As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Websfera – 14/5

Redação Internacional

14 Maio 2010 | 07h00

EL PAÍS
Software anticensura põe China contra EUA
O apoio financeiro do governo americano a um software usado pelo movimento espiritual Falun Gong para burlar a censura chinesa reavivou o desconforto entre os dois países. “Somos contra organizações ou países que dão suporte a grupos anti-chineses”, disse um porta-voz da chancelaria chinesa. O GIFC, grupo dedicado a promover a liberdade na web, está prestes a receber US$ 1,18 milhões dos EUA para fazer programas capazes de superar qualquer censura governamental. O culto Falun Gong foi proibido por Pequim em 1999, após manifestações contra o governo, período em que alcançou 60 milhões de seguidores. Fundado em 1992, o movimento combina crenças budistas, taoístas e confucionistas com exercícios respiratórios da medicina chinesa.
http://www.elpais.com/articulo/tecnologia/China/condena/apoyo/Estados/Unidos/software/anticensura/Falun/Gong/elpepuint/20100513elpeputec_3/Tes

TIME
Telefone, câmera e até tradutor de textos
A limitação com idiomas é uma razão cada vez menos convincente para não viajar. Um aplicativo do Google para smartphones, testado pela revista Time, traduz, em segundos, palavras ou parágrafos fotografados pelo aparelho. O turista não digita nada. Basta apontar para o cardápio ou placa e ver o significado.

AFP
Por dívida de Hillary, Clinton sorteia passeio
A tentativa de alcançar a presidência deixou a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, com uma dívida de US$ 771 mil. Como Hillary não pode arrecadar dinheiro para este fim, ex-presidente Bill Clinton organizou uma rifa entre os que apoiaram sua esposa. O prêmio é um dia com ele, em Nova York.
http://economictimes.indiatimes.com/news/news-by-industry/et-cetera/Bill-Clinton-offers-himself-as-lottery-prize/articleshow/5925243.cms

THE GUARDIAN
Premiê se retrata após ironizar canibalismo
O premiê neo-zelandês, John Key, irritou nativos durante uma dura negociação sobre terras reivindicadas por aborígines. “A boa notícia é que eu jantei com os Ngati Porou. Se fossem os Tuhoe, eu teria sido a janta”, disse em discurso. O comentário ofendeu os Tuhoe, que não pretendem devolver parte do Parque Nacional de Urewera, dado como indenização aos nativos pelos abusos dos colonizadores europeus.
http://www.nzherald.co.nz/opinion/news/article.cfm?c_id=466&objectid=10644850

Mais conteúdo sobre:

VISÃO GLOBALwebsfera