As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

WEBSFERA – 18 DE AGOSTO

Redação Internacional

18 de agosto de 2010 | 08h00

ECONOMIST
Autor volta a Ruanda uma década depois
O jornalista americano Philip Gourevitch é mais conhecido por seu livro Gostaríamos de Informá-lo de que Amanhã Seremos Mortos Com Nossas Famílias, uma das obras mais consagradas sobre o genocídio em Ruanda, que matou cerca de 800 mil pessoas, em 1994, e serviu de base para o filme Hotel Ruanda, dez anos depois. Agora, Gourevitch retornou a Ruanda para escrever um segundo livro. Desta vez, o jornalista contará a história da reconciliação entre hutus e tutsis ou, como os ruandeses preferem dizer, da “coexistência” entre as duas principais etnias do país após o genocídio. “Ruanda mostrou que liderança é tudo. O país mais violento da África é agora o menos violento”, afirmou Gourevitch.

http://www.economist.com/blogs/baobab/2010/08/philip_gourevitch_rwanda

THE GUARDIAN
Harvard vende ações de empresas de Israel
A tradicional Universidade Harvard acaba de vender milhões de dólares em ações de empresas israelenses. A direção alega razões puramente financeiras, mas grupos pró-palestinos comemoraram como uma vitória da campanha contra Israel.

http://www.guardian.co.uk/world/2010/aug/16/harvard-israeli-shares-sale-boycott

THE TELEGRAPH
Descobertos indícios de que Quasímodo existiu
Pesquisadores britânicos descobriram que Quasímodo, o Corcunda de Notre-Dame, pode ter existido. Os indícios foram achados nas memórias de Henry Sibson, escultor que trabalhava na catedral quando Vitor Hugo escreveu o romance.

http://www.telegraph.co.uk/culture/books/artsandentertainmentbooksreview/7945634/Real-life-Quasimodo-uncovered-in-Tate-archives.html

Tudo o que sabemos sobre:

VISÃO GLOBALwebsfera

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: