As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Zoológico belga anuncia nascimento de urso panda gigante

Ursa Hao Hao, de seis anos, deu à luz a um bebê panda de 121 gramas; Bélgica se transforma no 3º país europeu a reproduzir o urso panda gigante nos últimos 20 anos, após Áustria e Espanha

Redação Internacional

02 Junho 2016 | 11h21

BRUXELAS – Um filhote de urso panda gigante nasceu nesta quinta-feira, 2, no zoológico belga Pairi Daiza, na região de Valônia (no sul do país), um evento pouco comum em uma espécie animal que quase não se reproduz em cativeiro. O zoo e o Centro de Pesquisa e Conservação do Panda Gigante confirmaram a notícia e divulgaram imagens do filhote com sua mãe, a ursa Hao Hao, de seis anos.

Após o nascimento deste filhote, a Bélgica se transforma no terceiro país europeu que consegue reproduzir com sucesso o urso panda gigante nos últimos 20 anos, após Áustria e Espanha. Hao Hao e seu companheiro Xing Hui chegaram há dois anos à Bélgica, e o zoológico Pairi Daiza, um dos mais populares do país, plantou uma floresta de bambu em suas instalações para recriar seu habitat natural.

O nascimento do urso panda é “um verdadeiro milagre”, segundo o centro, que lembrou que atualmente há “menos de 2 mil pandas em liberdade”. “É um momento mágico, que pode ser considerado como o resultado de 18 meses de um árduo trabalho”, declarou o diretor de Pairi Daiza, Eric Domb.

Domb precisou que o filhote é macho, pesou 121 gramas e já “bebe leite materno e quando volta para casa com sua mãe, ela o pega com sua boca”. A gestação foi feita mediante um processo de inseminação artificial com o sêmen do macho Xing Hui, no qual colaboraram especialistas chineses sob a direção do veterinário Li Desheng.

O filhote, no entanto, só permanecerá na Bélgica durante 3 ou 4 anos – até que chegue à idade adulta – e depois será transferido à China, já que é propriedade das autoridades do país asiático, informou o zoo.

O nascimento do urso panda causou um grande impacto na sociedade belga, chegando a ser o tema mais comentado do dia em Twitter.

Menos de 2 mil pandas vivem em liberdade nas províncias chinesas de Sichuan, Shaanxi e Gansu, ao oeste do país, enquanto cerca de 400 estão em cativeiro por todo o mundo.

A população de pandas selvagens cresceu 16,3% na última década e atualmente existem 67 reservas naturais para o panda na China, 27 a mais que na década passada. No entanto, o urso panda ainda enfrenta a muitos desafios para sua conservação, entre eles a fragmentação de seu habitat fora das reservas naturais e ameaças tradicionais como a caça ilegal, segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF). / EFE

Mais conteúdo sobre:

BélgicaChinapanda