Acusado de massacre em cinema nos EUA é levado a tribunal

O homem acusado de matar a tiros 12 pessoas em uma sala de cinema no Estado do Colorado fez sua primeira aparição no tribunal nesta segunda-feira, sentado em silêncio, usando o macacão prisional vermelho e com o cabelo tingido de vermelho brilhante.

Reuters

23 de julho de 2012 | 14h33

As acusações formais contra James Eagan Holmes, 24 anos, serão apresentadas em 30 de julho, disse o juiz que preside o processo. Um defensor público foi nomeado como seu advogado.

A polícia afirma que Holmes estava vestido com armadura e carregando três pistolas quando abriu fogo em uma sessão da meia-noite lotada em que era exibido o novo filme do Batman, na sexta-feira. Cinquenta e oito pessoas ficaram feridas.

Holmes foi preso momentos após o massacre. A polícia diz que ainda está procurando um motivo para o crime.

Em uma transmissão de televisão ao vivo do processo, Holmes podia ser visto sentado em silêncio, olhando à frente, às vezes fechando os olhos.

(Reportagem de Keith Coffman, Mary Slosson e Chris Francescani)

Mais conteúdo sobre:
EUAMASSACREAUDIENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.