Afegãos são detidos em Denver por relação com rede terrorista

Polícia norte-americana ainda espera a detenção de uma terceira pessoa em Nova York

EFE

20 de setembro de 2009 | 06h27

O FBI (polícia federal americana) deteve esta madrugada um motorista de ônibus de nacionalidade afegã em Denver (Colorado) e seu pai em relação com a investigação antiterrorista iniciada esta semana em Nova York, informou neste domingo do local das detenções a "CNN".

 

Os agentes federais, segundo "The New York Times", detiveram o motorista de ônibus do aeroporto de Denver Najibulah Zazi, de 24 anos, e seu pai Mohammed Zazi, de 53, acusados de ter prestado falsas declarações na investigação que começou em Nova York. O jornal nova-iorquino acrescenta que se espera a detenção de uma terceira pessoa em Nova York, segundo os funcionários citados pelo periódico.

 

Após três dias de interrogatórios por agentes do FBI, o motorista de ônibus reivindicou a presença de um advogado, momento no qual o FBI decidiu acusá-lo após se negar a se reunir pelo quarto dia com os investigadores, segundo a versão de Wendy S. Aeillo, a porta-voz do advogado Arthur Folsom, que representa os detidos.

 

Entrevistado por telefone pelo jornal "Denver Post", Najibulah Zazi negou qualquer relação com grupos terroristas ou qualquer implicação com o treinamento no Paquistão d insurgentes.

Tudo o que sabemos sobre:
DENVERTERRORISMO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.