Agência dos EUA pede desculpas por erro em anúncio sobre 11/09

NOVA YORK (Reuters Life!) - Uma agência de publicidade de Nova York pediu desculpas na segunda-feira a um bombeiro local por ter criado um anúncio afirmando que ele tinha participado do resgate às vítimas do ataque de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center, o que não aconteceu.

REUTERS

28 de março de 2011 | 18h31

Robert Keiley, que ingressou no Corpo de Bombeiros de Nova York em 2004 e também trabalha como modelo, participou de uma sessão de fotos que ele acreditava ser para uma campanha de prevenção a incêndios, disse seu advogado Keith Sullivan.

No entanto, sua fotografia apareceu sem o conhecimento ou permissão dele em uma propaganda de uma empresa local especializada em processos judiciais sobre o 11 de Setembro, com as palavras "Eu Estava Lá".

"Nós lamentamos profundamente qualquer ofensa ao senhor Keiley, a outros bombeiros ou a qualquer pessoa que tenha se sentido ofendida por esse anúncio", disse Keith McCkay, gerente de operações da Barker /DZP, a agência que criou a propaganda.

O presidente da agência, John Barker, disse que a Barker/DZP comprou a foto de Keiley em um arquivo de imagens, o que ele destacou ser um procedimento normal.

(Reportagem de Aman Ali)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAGENCIADESCULPAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.