Agência dos EUA retira voluntários de 3 países por causa de surto de Ebola

Cerca de 340 voluntários de Libéria, Serra Leoa e Guiné serão retirados

REUTERS

30 de julho de 2014 | 17h57

A organização dos Estados Unidos que envia voluntários para o exterior, conhecida como Corpo de Paz, informou nesta quarta-feira que vai retirar 340 voluntários de Libéria, Serra Leoa e Guiné por causa do vírus ebola, que já matou 672 pessoas nos três países desde fevereiro.

É o pior surto já registrado do vírus, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

"O Corpo de Paz anunciou hoje que está retirando temporariamente seus voluntários da Libéria, Serra Leoa e Guiné, devido ao aumento da propagação do vírus ebola", disse o grupo em um comunicado.

O Corpo da Paz tem atualmente 102 voluntários na Guiné, 108 na Libéria e 130 em Serra Leoa, atuando nas áreas de educação, saúde e agricultura.

O Departamento de Estado norte-americano confirmou que um cidadão dos EUA morreu de ebola na Nigéria depois de ser infectado na Libéria.

Dois outros trabalhadores de ajuda norte-americanos infectados com o ebola - o médico Kent Brantly e missionária Nancy Writebol - estão em estado grave, mas apresentaram leve melhora.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAVOLUNTARIOSEBOLA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.