Agente humanitário dos EUA infectado com Ebola será transferido para Atlanta

Um agente humanitário norte-americano infectado com o Ebola na África Ocidental será levado de volta aos Estados Unidos e receberá tratamento em uma ala especial de alta segurança do hospital da Universidade Emory, em Atlanta, disseram autoridades hospitalares nesta quinta-feira.

REUTERS

31 Julho 2014 | 20h21

O norte-americano, que foi infectado enquanto trabalhava para conter o surto de Ebola na África Ocidental, será transferido nos próximos dias para uma unidade especial de isolamento montada em colaboração com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

A unidade é apenas uma das quatro disponíveis nos EUA. O hospital não revelou o nome do paciente.

Mais cedo nesta quinta-feira, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse em declaração à imprensa que o Departamento de Estado estava trabalhando com o centro de controle para facilitar as opções de transferência de agentes humanitários que contraíram o Ebola na África, embora não tenha citado as pessoas pelo nome.

(Reportagem de Michele Gershberg)

Mais conteúdo sobre:
EUAEBOLAAGENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.