Ameaça de bomba interdita universidade no Texas

O campus da Universidade Texas A&M, uma das maiores dos Estados Unidos, foi desocupado por várias horas na sexta-feira por causa de uma ameaça de bomba, tipo de incidente que tem sido comum no país nas últimas semanas.

Reuters

19 de outubro de 2012 | 20h15

A ameaça constava em um email anônimo recebido pouco antes das 12h (hora local), segundo um porta-voz da universidade. Todas as aulas foram suspensas.

O amplo campus foi reaberto cinco horas depois, exceto prédios que ainda não haviam sido verificados. Áreas de grande movimento, como alojamentos, um ginásio e um estádio de futebol americano, foram consideradas seguras, segundo a universidade.

Mais de 50 mil alunos estudam na A&M, e o campus de College Station, cerca de 160 quilômetros a noroeste de Houston, tem centenas de prédios distribuídos por cerca de 2.000 hectares.

A universidade está mobilizada para o jogo de sábado contra a Universidade Estadual da Louisiana. A reitoria determinou que funcionários essenciais e envolvidos no evento da sexta-feira se apresentem para trabalhar normalmente.

(Por Jim Forsyth)

Tudo o que sabemos sobre:
EUABOMBATEXAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.