ANÁLISE-Vitória de Huckabee em Iowa agita disputa republicana

A surpreendentevitória de Mike Huckabee em Iowa, na quinta-feira, virou decabeça para baixo a corrida republicana pela indicação decandidato nas próximas eleições presidenciais dos EUA, mas ocaminho dele até a conquista efetiva dessa vaga está longe deser tranquilo. Huckabee, ex-governador do Estado do Arkansas e ministrobatista vindo da mesma cidade do ex-presidente democrata BillClinton --a pequena Hope, Arkansas--, contou com o apoio decristãos evangélicos e conseguiu superar alguns erros decampanha para vencer em Iowa. Iowa deu início às batalhas que acontecem em todos osEstados norte-americanos a fim de determinar os candidatosrepublicano e democrata na eleição de novembro, que escolherá osucessor do atual presidente, George W. Bush, cujo mandatotermina em janeiro de 2009. A campanha de Huckabee conta com um orçamento modesto, emuitos dos membros do Partido Republicano terão de se perguntarse a vitória dele no conservador Estado de Iowa significa que opré-candidato é o mais viável em termos nacionais. A vitória de superação obtida por Huckabee significa que adisputa continua totalmente aberta, mas colocou Mitt Romney --omultimilionário ex-governador de Massachusetts que se tornariao primeiro presidente mórmon dos EUA-- em uma posiçãodesconfortável. Romney ficou em segundo lugar em um Estado no qual gastoumilhões de dólares e onde contava com uma folgada liderança háapenas alguns meses, antes de Huckabee surgir do nada parasuperá-lo. A vitória de Huckabee em Iowa fez das prévias de NewHampshire, que ocorrem na terça-feira, uma conquistaobrigatória para Romney, ex-diretor executivo da empresa deconsultoria Bain & Company e que se tornou conhecido em 2002por recuperar as finanças dos deficitários Jogos Olímpicos deInverno de Salt Lake City. Apesar da derrota, os aliados de Romney exibiram segurança. "Esse final apertado em Iowa nos coloca em condições depermanecer competitivos em todos os primeiros Estados arealizarem as prévias. Nenhum outro candidato possui uma talmedida de força nos primeiros Estados a realizarem asprimárias", afirmou Kevin Madden, porta-voz de Romney. A vitória de Huckabee fortalece o senador republicano JohnMcCain em New Hampshire, que vem se mostrando um desafio duropara Romney ali. A tendência de McCain de dar declarações duras há muitotempo lhe garante popularidade entre os eleitores de NewHampshire. Ele venceu as prévias nesse Estado em 2000,derrotando Bush, que, no entanto, acabou por ficar com a vagarepublicana. A campanha de McCain, também modesta, era tida como mortana metade do ano passado, mas acabou por ganhar força novamenteem virtude da personalidade do candidato, pouco afeito adesistir. A vitória de Huckabee, ao privar Romney do empurrão quereceberia caso conquistasse as prévias em Iowa, beneficiariaainda o republicano Rudy Giuliani nos Estados que estão porvir. O ex-prefeito de Nova York, cujo apoio ao aborto e aosdireitos dos homossexuais nunca o favoreceria em Iowa, esperasobreviver até o dia 5 de fevereiro, quando ocorrem votações em20 Estados considerados mais receptivos a ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.