Apoio de Ted Kennedy foi importante para campanha de Obama

Clã influente na política americana foi um dos primeiros a apoiar a candidatura do atual presidente

26 de agosto de 2009 | 14h48

O senador Ted Kennedy desempenhou um papel importante para a vitória de Barack Obama durante as eleições primárias do Partido Democrata, no ano passado. Em um discurso em janeiro, o senador e sua sobrinha Caroline, manifestaram publicamente seu apoio a Obama, apesar da amizade da rival Hillary Clinton com a família Kennedy.

 

Veja também:

link Senador Ted Kennedy morre de câncer aos 77 anos

link Morte de Ted Kennedy deixa vazio na política americana 

link Obama: Morte de Kennedy encerra capítulo da história dos EUA

lista Perfil: Câncer põe fim a trajetória do 'último Kennedy'

lista Conheça os membros da Dinastia Kennedy

mais imagens Fotos: Veja as principais imagens de Ted Kennedy

video Vídeo: Assista no YouTube o histórico discurso na convenção democrata em 2008

 

Muito influente na comunidade hispânica, o apoio de Kennedy foi tido como crucial para a vitória de Obama sobre Hillary nas primárias. "Sei que está pronto para ser presidente desde o primeiro dia", disse Kennedy, à época. "Lembro-me de uma outra época, na década de 1960, quando cheguei ao Senado aos 30 anos de idade - nós tínhamos um novo presidente que inspirava o país, especialmente os jovens, a buscar uma nova fronteira", lançou Edward Kennedy em meio ao entusiasmo de milhares de partidários, a maioria jovens, reunidos num estádio universitário em Washington.

 

No mesmo comício, Obama recebeu o apoio da filha de John Kennedy, Caroline. A única herdeira de viva JFK defendeu Obama durante a campanha em um artigo para o 'The New York Times'. "Não tive nunca um presidente que tenha me dado o arrebatamento que, dizem as pessoas, meu pai lhes dava. Mas, pela primeira vez, acredito ter encontrado o homem que poderia ser este presidente. Não apenas para mim, mas para uma nova geração de americanos".

 

Na convenção democrata, que sacramentou a candidatura de Obama contra John McCain, Ted foi ao palco logo após sair do hospital.Com um discurso emocionado, lúcido e brilhante, Kennedy prometeu naquela ocasião estar presente quando Obama tomasse posse na Casa Branca, e assim fez, participando dos atos de posse, onde sofreu um ligeiro desmaio.Depois, Ted Kennedy foi à Casa Branca em abril, quando Barack Obama assinou uma lei com o nome do senador, um ferrenho defensor da igualdade.

 

Kennedy faleceu no momento em que suas habilidades como negociador no Senado eram muito necessárias, já que Obama se esforça para pôr em prática um ambicioso plano de reforma do sistema de saúde - uma questão pela qual Kennedy lutou durante décadas.

Tudo o que sabemos sobre:
Ted KennedyBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.