Após passagem do furacão Gustav, George Bush visita Louisiana

População de Nova Orleans se prepara para voltar nesta quinta-feira, 4, segundo prefeito da cidade

Reuters,

03 de setembro de 2008 | 06h35

O presidente americano, George w. Bush, visita nesta quarta-feira, 3, no Estado de Lousiana as áreas afetadas pelo furacão Gustav. Enquanto isso, a população de Nova Orleans se prepara para voltar nesta quinta-feira, 4.     Veja também: Louisiana continua em estado de emergência após Gustav Gustav perde força e vira depressão tropical Galeria de fotos  A rota do furacão Gustav    A visita do presidente americano, duramente criticado pela demora ao tratar dos danos causados pelo furacão Katrina, faz parte da tentativa para mostrar que o governo aprendeu a lição em 2005, quando 1,5 mil pessoas morreram e os danos chegaram a US$ 80 bilhões.   Bush, que falou na Convenção Republicana na noite desta terça a partir da Casa Branca, deve chegar em Baton Rouge na manhã desta quarta-feira.   Desta vez, os diques de Nova Orleans suportaram os fortes ventos e as ressacas. Mas metade da cidade ainda estava sem energia elétrica e o sistema de esgoto havia sido danificado. O prefeito de Nova Orleans, Ray Nagin, disse na terça-feira que os moradores poderão começar a voltar a partir de quinta-feira.   Traumatizado com os saques ocorridos em 2005, Ray Nagin mantém a cidade sob toque de recolher. Qualquer um que sair na rua pode ser preso. Os acessos à cidade também estão fechados. Só equipes de emergência, como técnicos da companhia de eletricidade Entergy e soldados encarregados de desbloquear as vias, além de jornalistas, podem passar pelos bloqueios erguidos nas estradas pela polícia.   Gustav, que chega na quinta-feira ao Arkansas como uma tempestade tropical, deixou 8 mortos nos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
Louisianafuracão GustavGeorge Bush

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.