Após tempestade, NY começa a remover a neve; voos são retomados

Os nova-iorquinos estão envolvidos nesta terça-feira com a remoção de montes de neve acumulada enquanto milhares de turistas aguardavam a liberação de voos nesta terça-feira, depois que uma forte nevasca atingiu os Estados do Nordeste do país um dia depois do Natal.

DANIEL TROTTA, REUTERS

28 de dezembro de 2010 | 09h45

A cidade de Nova York e áreas no entorno foram as mais afetadas pela tempestade, que se espalhou pela costa atlântica do domingo à noite e por toda a manhã de segunda-feira, deixando as cidades sob camadas de neve na altura dos joelhos, e com vendavais de até 95 quilômetros por hora.

Pelo menos 12 mortes causadas por acidentes rodoviários em vários Estados foram atribuídas à precária situação causada pelo gelo e o vento nas estradas.

Os mercados financeiros operaram normalmente na segunda-feira, mas o volume dos negócios foi reduzido por causa da tempestade, que também manteve os consumidores longe dos shopping centers um dia depois do Natal, um dos mais movimentados do ano para o comércio.

Os principais aeroportos de Nova York --John F. Kennedy, Newark Liberty e LaGuardia-- ficaram fechados por quase 24 horas, só reabrindo na noite de segunda-feira, o que forçou muitos passageiros a acampar nos terminais.

Milhares de voos foram cancelados na segunda-feira e as autoridades disseram que levará vários dias até que o tráfego aéreo volte ao normal, especialmente na área de Nova York.

A tempestade seguiu rumo ao Canadá nesta terça-feira de manhã, segundo o serviço nacional de meteorologia dos EUA.

"Não consigo nem achar a calçada", disse Marilyn Westgate, de 44 anos, de Belmont, Massachusetts, enquanto removia a neve da frente de sua residência. "Nem penso no tempo. Apenas limpo."

O clima gelado no Nordeste também levantou dúvidas sobre se a Times Square, em Nova York, estará limpa a tempo das festividades do ano-novo, na sexta-feira.

(Reportagem adicional de Daniel Lovering, Edith Honan, Aman Ali, Ros Krasny, Jon Hurdle, Emily Chasan, Lou Charbonneau, Chris Michaud, Lynn Adler)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANEVASCAVOOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.