Assessor de Obama vê capital privado ajudando bancos nos EUA

O governo do presidente dos EUA, Barack Obama, conta com o capital privado para alavancar os fundos do governo e ajudar a recuperação dos bancos norte-americanos, disse neste domingo Austan Goolsbee, um dos principais assessores do presidente democrata.

REUTERS

15 de março de 2009 | 11h57

Goolsbee afirmou ainda que este ano deve ser feito todo esforço possível para manter a taxa de desemprego dos EUA, atualmente em cerca de 8 por cento, abaixo dos dois dígitos.

"Testes de estresse" para os bancos, realizados para atestar sua capacidade de lidar com uma crise econômica que se aprofunda, "não podem ser apressados", declarou ele no programa de tevê Fox News Sunday.

O governo do presidente Barack Obama está "aberto a todas as ideias" para a reforma do sistema de saúde, incluindo a taxação dos serviços de saúde dos trabalhadores, mas "isso não está no orçamento do presidente", disse Goolsbee.

Goolsbee, professor de economia da Universidade de Chicago e especialista em políticas fiscais e comércio eletrônico, é membro do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMACAPITALPRIVADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.