Assessores ajudam Bush com pronúncia: sar-KO-zee...

Íntegra de discurso na Assembléia Geral publicada pela ONU mostra que texto substitui nomes por fonemas

26 de setembro de 2007 | 11h47

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, cometeu nova gafe em seu discurso frente aos chefes de Estado dos países membros da ONU, reunidos em Nova York na 62ª Assembléia Geral da entidade. Segundo publicou o jornal El País nesta quarta-feira, 26, "os assistentes do presidente prepararam seu discurso com tanta atenção que se preocuparam, inclusive, em anotar sugestões para o bom pronunciamento de nomes estrangeiros".   Veja também: Em discurso, Bush comete gafe e 'mata' Mandela Bush confirma fama de gafes na Austrália   O jornal cita que, dessa forma, Bush leria em seu teleprompter - uma pequena televisão colocada na frente do orador - a forma "fonética" dos nomes dos quais não se sentia tão seguro em pronunciar, para que pudesse dizê-los "bem".   O problema ocorreu quando os técnicos das Nações Unidas publicaram, por engano, o texto do presidente no site oficial da ONU. O presidente francês, Nicholas Sarkozy, se transformou em "sar-KO-zee"; a Mauritânia, em "moor-EH-tain-ee-a"; a ex-república soviética Quirguistão, em "KEYR-geez-stan"; o presidente do Zimbábue, Roberto Mugabe, em "moo-GAH-bee"; e a capital venezuelana em "kah-RAH-kus".   Além disso, alguns fotógrafos captaram imagens de Bush com seu discurso nas mãos. Na internet também surgiram os nomes e números de telefone dos assistentes que prepararam a declaração do presidente. Poucas horas depois da gafe, a ONU retirou o texto de seu site.

Tudo o que sabemos sobre:
BushONUgafeEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.