Atirador de Fort Hood está consciente e apto a falar

Psiquiatra muçulmano, major Nidal Malik Hasan abriu fogo em base militar e matou 19 pessoas

Associated Press,

09 Novembro 2009 | 14h23

Um porta-voz de um hospital militar dos EUA informou nesta segunda-feira, 9, que o suspeito de abrir fogo contra colegas na base de Fort Hood, no Texas, está consciente e pode falar.

 

Dewey Mitchell, representante do Centro Médico Brooke, disse que o major Nidal Malik Hasan permanece em condições estáveis. Segundo Mitchell, o psiquiatra muçulmano esteve acordado e apto a falar desde sábado.

 

Hasan, de 39 anos, foi o responsável pela morte de 13 pessoas na base de Fort Hood, a maior dos EUA, onde abriu fogo após rumores de que seria enviado para a guerra. Outras 29 pessoas ficaram feridas no incidente.

Mais conteúdo sobre:
Fort Hood atirador EUA Nidal Malik Hasan

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.