Atirador dispara em templo Sikh em Wisconsin

Pelo menos um atirador abriu fogo neste domingo durante os trabalhos religiosos da manhã de um templo Sikh em Oak Creek, Wisconsin, e o agressor ainda permanece dentro do local, possivelmente com reféns, disseram testemunhas.

Reuters

05 de agosto de 2012 | 15h44

Policiais, ambulâncias e os bombeiros correram até o Templo Sikh do Wisconsin, localizado cerca de 20 minutos ao sul de Milwaukee.

A representante do Departamento de Bombeiros de Oak Creek afirmou que as primeiras informações sobre os disparos chegaram às 10h30 no horário local (12h30 no horário de Brasília).

"Tivemos realmente tiros", afirmou. "Todo nosso departamento está no local, assim como outros."

Ela não deu detalhes sobre possíveis vítimas. Os policiais não comentaram o caso.

Não está claro quantas pessoas podem ter ficado feridas com os disparos, mas duas testemunhas disseram que o agressor, ou agressores, ainda está dentro do local.

Carolyn Bellin, porta-voz do Froedhart & The Medical College of Wisconsin, em Milwaukee, disse à CNN que dois homens foram levados ao hospital, e que um deles estava sendo submetido a uma cirurgia.

(Reportagem de Brendan O'Brien)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAATIRADORTEMPLO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.