Atirador mata 4 em cidades vizinhas no Estado de Nova York

Quatro pessoas morreram em disparos feitos num lava-rápido e numa barbearia de cidades vizinhas no Estado de Nova York, na quarta-feira, e a polícia cercou um prédio onde o atirador solitário supostamente está entrincheirado.

Reuters

13 de março de 2013 | 20h55

Os primeiros disparos aconteceram por volta de 9h50 (10h50 em Brasília) na localidade de Herkimer, e mais tarde na vizinha Mohawk, segundo o sargento Martin Lupinno, da polícia de Herkimer.

O atirador foi identificado pela polícia como sendo Kurt Meyers, de 64 anos. Na tarde de quarta-feira, o homem foi cercado num prédio vazio no centro de Herkimer, localidade de 7.700 moradores. Policiais estaduais fardados e com um veículo blindado participavam da operação.

"Acreditamos que ele está protegido por barricadas num prédio do centro. Acreditamos que esteja armado", disse um porta-voz da polícia municipal.

Duas vítimas não identificadas morreram em cada um dos ataques. Logo antes do incidente, houve um incêndio no apartamento onde Meyers morava, em Mohawk, segundo James Baron, prefeito dessa pequena cidade de 2.700 habitantes, separada de Herkimer por um rio.

Escolas da região trancaram suas portas, e moradores foram aconselhados a não saírem de casa até que a caçada ao suspeito esteja terminada.

(Reportagem de Barbara Goldberg)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANYTIROTEIOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.