Auxiliar de xerife mata seis jovens em pequena cidade nos EUA

Vítimas assistiam a filme quando foram mortos; povoado de 2 mil habitantes está isolado; motivo seria ciúme

Associated Press,

07 de outubro de 2007 | 16h40

Um auxiliar de xerife matou neste domingo, 7, pelo menos seis pessoas e feriu uma outra antes de ser morto, na cidade de Crandon, no norte do Estado americano de Wisconsin. Segundo a polícia, Tyler Peterson, de 20 anos, invadiu uma casa e abriu fogo contra o grupo de jovens.   Tom Vollmar, do escritório municipal do condado de Forest, vizinho a Crandon, disse que Peterson foi morto pelas forças de segurança após os incidentes ocorridos às 3h (4h de Brasília), por isso o número total de mortos é de sete. As vítimas fatais, que estavam reunidos assistindo filmes e comendo pizza, têm idades entre 17 e 20 anos.   Peterson, segundo a imprensa local, trabalhava no no Departamento de Polícia de Crandon.   De acordo com várias testemunhas, Peterson disparou indiscriminadamente em uma casa situada no cruzamento das ruas Hazeldell e Washington desta localidade - que tem cerca de 2.000 habitantes -, onde acontecia a reunião. Três das seis vítimas são estudantes colegiais.   O motivo do assassinato ainda não foi esclarecido, disse a polícia, mas uma vizinha, que conhecia Peterson, disse que o crime poderia ter sido motivado por ciúme.   O bairro onde ocorreram os fatos foi isolado pelas forças de segurança.   Matéria ampliada às 22h25 para acréscimo de informações

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.