Aviador que rodou o mundo em 67 horas desaparece em Nevada

Steve Fossett, de 63 anos, foi visto pela última vez na de segunda-feira, depois de levantar vôo em monomotor

Efe e Associated Press,

04 de setembro de 2007 | 16h36

Equipes de socorro iniciaram nesta terça-feira, 4, as buscas pelo aventureiro Steve Fossett, que estabeleceu vários recordes mundiais de vôo e está desaparecido desde a noite de segunda-feira, 3, quando decolou de Nevada num pequeno avião. A Patrulha Aérea Civil informou que Fossett, de 63 anos, foi visto pela última vez na manhã de segunda-feira, quando levantou vôo em Hilton Ranch, no sul de Smith Valley (Douglas), a bordo de um monomotor Bellanca. O aviador não voltou no horário previsto, e seu desaparecimento foi reportado às autoridades por um amigo. Fossett foi o primeiro aviador do mundo a dar a volta na Terra em 67 horas sem reabastecer a aeronave que pilotava, um Virgin Atlantic GlobalFlyer. Em 2002, ele também se tornou a primeira pessoa do planeta a circunavegar sozinho o globo em um balão. Segundo autoridades federais, ainda não há indícios sobre o local em que o piloto pode estar.  "A Patrulha Aérea Civil está a procura dele. O problema é que ele parece não ter preparado um plano de vôo", disse um porta-voz da patrulha.  O aviador pariu de um pista de decolagem particular localizada a cerca 112 quilômetros da cidade de Reno.  Aventuras Quando Fosset circulou o globo, em 2002, seu balão voou 31.265 quilômetros ao redor do Hemisfério Sul. O recorde, no entanto, só foi quebrado depois de cinco tentativas - algumas espetaculares e assustadoras falhas.  Além do recorde de vôo solo sem reabastecimento, cravado em 2005, Fossett afirma ter atingido, junto com um co-piloto, a maior altitude em um vôo de planador. A marca de 15.445 metros teria sido atingida em 2006, sobre a Cordilheira dos Andes. Fossett também coleciona marcas importantes em escalada e natação, tendo subido alguns dos montes mais altos do planeta e atravessado a nado o Canal da Mancha. Em 1995, ele tornou-se a primeira pessoa a sobrevoar sozinho o Oceano Pacífico.  Nascido na cidade de Beaver Creek, Fossett foi condecorado em julho com uma nomeação para o Hall da Fama da Aviação. Durante o evento, celebrado em Ohio, ele disse que continuaria a voar.  "Eu espero que vocês não tenham me dado esse prêmio porque acham que minha carreira está completa", brincou.  Na ocasião, ele disse também que planejava ir para a Argentina em novembro para tentar quebrar outro recordo com um planador.

Tudo o que sabemos sobre:
Steve Fossett

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.