Avião deve ter causado vapor misterioso, diz Pentágono

Uma misteriosa trilha de vapor filmada na costa sul da Califórnia, e que chegou a ser confundida com um míssil, provavelmente foi deixada por um avião, disse o Pentágono na quarta-feira, dando o assunto por encerrado.

REUTERS

10 de novembro de 2010 | 17h27

"Com todas as informações que reunimos no último dia e meio sobre essa trilha de condensação ... não temos evidências que sugiram que foi qualquer coisa além de um rastro de fumaça deixado por uma aeronave", disse o coronel David Lapan, porta-voz do Pentágono.

A imagem foi gravada por um helicóptero da emissora KCBS na noite de segunda-feira. O vídeo mostra o rastro de fumaça aparentemente surgindo do mar, cerca de 50 quilômetros a oeste de Los Angeles, e levantou suspeitas de que se tratasse de um míssil.

Lapan disse que a investigação envolveu várias agências civis e militares do governo, apurando "se nossas atividades -- mísseis, foguetes etc -- foram a fonte disso." A conclusão foi negativa.

(Reportagem de David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFUMACAMISTERIOSA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.