Avião viola espaço aéreo e provoca alerta no Capitólio

Governo nega que Congresso tenha sido esvaziado e que incidente tenha representado ameaça

Agências internacionais,

12 de março de 2008 | 14h07

Um avião não identificado invadiu o espaço aéreo restrito nos arredores de Washington nesta quarta-feira, 12. O nível de alerta antiterrorismo foi elevado do código "amarelo" (elevado) para "laranja" (alto) e os funcionários do Capitólio, a sede do Congresso dos EUA, foram instruídos a preparar-se para esvaziar o prédio.   Turistas que visitavam o Capitólio foram afastados, mas - diferentemente do que as redes de televisão Fox e CNN haviam informado inicialmente -, o prédio não chegou a ser esvaziado. Segundo funcionários da polícia e de outras áreas do governo, o nível de alerta antiterrorismo foi rebaixado novamente para "amarelo" e em seguida para "verde" (nível de ameaça "baixo").   Fontes do Departamento de Segurança Nacional citadas pela cadeia disseram que a violação não envolveu em qualquer momento uma ameaça iminente grave, principalmente porque o avião deu a volta após perceber que havia entrado em espaço aéreo restrito.As mesmas fontes indicaram que vários aviões militares decolaram para obrigar o pequeno avião a pousar em Leesburg, Virgínia, sob a escolta da Guarda Litorânea.   Segundo a Dow Jones, o espaço aéreo em torno de Washington é restrito desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. De acordo com o Departamento de Segurança Doméstica, o nível de alerta nacional está "amarelo", representando "risco significativo de ataques terroristas"; o nível de alerta para o transporte aéreo está em "laranja".

Tudo o que sabemos sobre:
Capitólioameaça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.