Bandolinista e neurocirurgião estão entre 'gênios' que receberão doações

Um músico de bluegrass e um cirurgião pediátrico estão entre as 23 pessoas mais criativas e originais do mundo que receberão, sem compromisso, 500 mil dólares em doações para "gênios" este ano, informou uma entidade de caridade dos EUA.

CHRIS FRANCESCANI, Reuters

02 de outubro de 2012 | 14h09

Também estão entre os agraciados de 2012 da Fundação MacArthur um escritor de ficção famoso, um repórter do Washington Post e um homem de Boston que faz alguns dos melhores arcos de violino que o mundo moderno já viu.

Desde que o programa foi iniciado em 1981, a Fundação John D. e Catherine T. MacArthur forneceu subsídios para centenas de "bolsistas", com o objetivo de fornecer a cientistas, acadêmicos, artistas, ativistas e outros os meios financeiros e a liberdade para exercer a sua criatividade onde quer que ela os leve.

Indicadores anônimos e comitês de seleção decidem quem recebe as doações e os recebedores geralmente não sabem que sequer estão sendo considerados a menos que eles ganhem. A concessão é feita por um período de cinco anos e pode ser usada da maneira que os agraciados desejarem.

A lista de agraciados da fundação a cada ano é composta por um rico mosaico de realizações em uma variedade de áreas.

Veja alguns dos escolhidos de 2012:

* O escritor de ficção Junot Diaz, de 43 anos, cujo romance inovador "A Fantástica Vida Breve de Oscar Wao" foi descrito pelo New York Times como "tão original que só pode ser descrito como um Mario Vargas Llosa misturado com Star Trek misturado com David Foster Wallace misturado com Kanye West".

* A documentarista mexicana Natalia Almada, de 37 anos, cujo trabalho, de acordo com a fundação, capta as "visões complexas e diferenciadas da história, política e cultura mexicanas em uma obra esclarecedora e poética que afirma a potência do documentário tanto como uma forma de arte quanto como uma ferramenta para a mudança social".

* O bandolinista e compositor Chris Thile, de 31 anos, de Nova York, um mestre inovador do bluegrass que compôs concertos em bandolim, e gravou com uma série de artistas, incluindo o violoncelista Yo-Yo Ma, Dolly Parton, Jack White e a banda Bela Fleck.

* O astrônomo e físico Olivier Guyon, de 36 anos, que projeta telescópios que "desempenham um papel fundamental na busca por planetas semelhantes à Terra fora do nosso sistema solar", segundo a fundação.

* O jornalista David Finkel, um escritor do Washington Post vencedor do Prêmio Pulitzer, que fez reportagens do Iraque e recebeu elogios por sua cobertura dos esforços dos EUA para forjar a democracia nos cantos mais sem lei do Iêmen.

* A matemática da Universidade de Columbia Maria Chudnovsky, de 35 anos, que está "investigando os princípios fundamentais da teoria dos gráficos e outros ramos importantes da matemática".

* O fabricante de arcos Benoit Rolland, cuja experimentação com novos designs e materiais para criar arcos para violino, viola e violoncelo compete com "a qualidade dos arcos premiados do século 19 e atende às demandas artísticas dos músicos de hoje".

* O neurocirurgião pediátrico do Hospital Infantil de Boston Benjamin Warf, de 54 anos, que, de acordo com a fundação, está "revolucionando o tratamento de doenças intracranianas em crianças muito novas".

Tudo o que sabemos sobre:
EUAGENIOSDOACOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.