Bill Gates anuncia afastamento da Microsoft em julho

Magnata deixa atividades diárias da empresa e anuncia início de nova década digital, mais focada nos usuários

Efe

07 de janeiro de 2008 | 03h48

O presidente e fundador da Microsoft, Bill Gates, abriu nesta segunda a Feira de Eletrônica de Consumo (CES) de Las Vegas confirmando que esta foi sua última aparição no evento e que agora se inicia uma segunda década digital, "mais focalizada em conectar pessoas".   "Este é meu último discurso de abertura. Em julho deixarei de ser um funcionário em tempo integral da Microsoft para trabalhar totalmente para a Fundação (Bill e Melinda Gates)", assinalou em seu discurso de abertura da CES 2008.   Gates já tinha anunciado que em julho deixaria de forma efetiva todos os trabalhos de gestão da Microsoft para concentrar-se em suas tarefas filantrópicas através da Fundação Bill e Melinda Gates.   Durante seu discurso, o magnata qualificou os últimos 10 anos como a "primeira década digital", e disse que o período viveu um grande sucesso tanto no desenvolvimento de aparelhos como em suas aplicações.   O multimilionário de 52 anos também assinalou que "esta primeira década foi apenas o princípio". "Nada vai nos segurar na segunda década digital, que estará mais focalizada em conectar pessoas e nas necessidades do usuário", afirmou.   Gates disse que haverá três elementos-chave na nova década digital. O primeiro foi definido por ele como "experiências em alta definição", tanto de vídeo como de áudio.   O segundo elemento citado por Gates foi que todos os aparelhos eletrônicos "estarão conectados por serviços", o que permitirá compartilhar a informação entre uma multidão de usuários sem a necessidade de estabelecer pontes entre os aparelhos eletrônicos.   E o terceiro elemento, que Gates qualificou como "o mais subestimado", são as novas formas de interação com computadores, telefones e outros aparelhos eletrônicos

Tudo o que sabemos sobre:
Bill GatesMicrosoftdigital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.