Blecaute na Flórida é controlado e energia começa a voltar

Relatórios preliminares mostram problema na subestação de Miami-Dade; apagão deixou milhões sem energia

Reuters,

26 de fevereiro de 2008 | 19h02

O blecaute no sul da Flórida foi controlado e a energia está sendo reestabelecida, segundo informou uma porta-voz da agência que supervisiona as redes de linhas de transmissão de alta voltagem nesta terça-feira, 25.    Veja também: Blecaute de causa desconhecida gera caos no sul da Flórida Linda Campbell, do Florida Reliability Coordinating Council, disse que relatórios preliminares mostraram um problema na subestação do condado de Miami-Dade, que levou à perda de uma linha de transmissão e ao fechamento das plantas da Florida Power & Light, uma unidade do FPL Group. Uma grande queda de energia na Flórida deixou milhões de pessoas sem eletricidade e atrapalhou o tráfego local nesta terça-feira, 25. Uma porta-voz da FPL Group disse que o reator nuclear de Turkey Point na Flórida parou de funcionar devido a uma queda da energia na área externa, mas não comentou as causas da interrupção da energia. Mais cedo, Mike Stone, porta-voz da Divisão de Gerenciamento de Emergência da Flórida, disse que o blecaute afetou de 2 a 3 milhões de pessoas no sul da Flórida. A imprensa local diz que o número era ainda maior. "Eu não sei a causa da queda", disse Stone, acrescentando que as autoridades estavam esperando por novas informações da FPL. "Houve uma falha no sistema da FPL", completou. Autoridades em Washington disseram que não havia sinais de qualquer ligação com terrorismo. "Não há indicação de ligações com terrorismo até agora. Iremos continuar monitorando", disse Laura Keehner, porta-voz do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos.  

Mais conteúdo sobre:
EUAFlóridablecaute

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.