Bombeiros não descartam mais vítimas de explosão nos EUA

Equipes de buscas seguem trabalhando na usina de Middletown; investigações devem começar nesta segunda

Agência Estado,

08 de fevereiro de 2010 | 11h13

Autoridades devem começar a investigar acidente nesta segunda. Foto: Catherine Avalone/AP

 

Um bombeiro de Connecticut afirmou nesta segunda-feira, 8, que não está claro se há mais vítimas em uma planta de energia em construção onde ocorreu uma explosão, no domingo. A explosão no complexo, situado na cidade de Middletown, matou pelo menos cinco pessoas.

 

Na noite de domingo, o vice-chefe do Corpo de Bombeiros de Middletown, Al Santostefano, disse que as autoridades não acreditavam que havia alguém desaparecido em meio aos escombros, embora acreditasse que havia cerca de 50 operários no local no momento da explosão.

 

Na manhã desta segunda, porém, ele disse que as equipes de resgate ainda não conseguiram vasculhar uma parte do local que permanece instável. Segundo Santostefano, é impossível determinar se há vítimas na área.

 

Moradores que viviam a uma distância de até 50 quilômetros da central dizem que sentiram suas casas tremerem com o impacto da explosão da usina, que estava sendo construída em um subúrbio de Middletown. "Realmente sacudiu a casa e todo mundo ficou com medo. As crianças começaram a chorar porque não sabiam se a casa iria pegar fogo", disse uma moradora da área.

 

Mais de dez pessoas se feriram na explosão na planta da Kleen Energy Systems. Autoridades federais e investigadores dos bombeiros locais devem começar a apurar as causas da explosão nesta segunda-feira. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
explosãousinaConnecticutMiddletown

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.