BP finaliza teste de pressão em poço no Golfo do México

A petrolífera britânica BP informou nesta sexta-feira ter completado o teste de pressão em seu poço avariado do Golfo do México e que esses resultados estão sendo analisados pela empresa e por cientistas do governo norte-americano.

REUTERS

13 de agosto de 2010 | 15h16

A previsão é que uma recomendação sobre os procedimentos seguintes seja encaminhada ao governo dos EUA, afirmou a BP em um comunicado curto à imprensa.

Se o teste de pressão mostrar que o cimento despejado no topo do poço, na semana passada, estancou o vazamento de petróleo, a petrolífera talvez não vá precisar de um poço auxiliar, que está quase concluído, para chegar ao fundo do poço avariado no Golfo do México, disse nesta quinta-feira a principal autoridade que supervisiona as medidas do governo em resposta ao acidente.

O teste poderia indicar que a BP já resolveu o último problema para conter a fonte do pior derramamento de óleo ocorrido no mar, disse o almirante Thad Allen, da Guarda Costeira dos EUA, falando brevemente a repórteres nesta quinta-feira.

Desde 15 de julho, quando a BP cimentou o topo do poço, não houve mais vazamento de óleo no Golfo do México,

(Reportagem de Anna Driver em Houston)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAVAZAMENTOBP*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.