BP vai pagar multa recorde por violar segurança no Texas em 2005

A empresa BP concordou em pagar multa recorde de 50,6 milhões de dólares por violações à segurança numa explosão fatal de 2005 em sua conturbada refinaria em Texas City, informou nesta quinta-feira a secretária do Trabalho norte-americana, Hilda Solis.

ERWIN SEBA, REUTERS

12 de agosto de 2010 | 17h09

A BP também concordou em disponibilizar 500 milhões de dólares para corrigir problemas de segurança na refinaria e aceitou um programa conjunto de inspeções e fiscalização imposto pelo Departamento de Segurança e Saúde Ocupacional dos Estados Unidos.

"O tamanho da multa certamente reflete a falta de consideração da BP em relação à segurança do trabalhador", disse Solis em entrevista à imprensa.

O departamento ainda tentará aplicar mais 30 milhões de dólares em multas pelas novas violações à segurança encontradas pelos inspetores do governo na instalação.

O diretor global de refinamento da BP, Ian Conn, disse que a empresa está trabalhando junto ao departamento para melhorar a segurança.

No ano passado, a BP assumiu a culpa das acusações criminais federais pela explosão que matou 15 funcionários e feriu outros 180 em 2005.

Tudo o que sabemos sobre:
EUABPMULTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.