Bush afirma que retirada de tropas do Iraque segue planos

EUA devem retirar 20 mil militares do Iraque até a metade de 2008; novas reduções dependem dos militares

Reuters,

12 de janeiro de 2008 | 09h16

Os Estados Unidos estão a caminho de completar a retirada de 20 mil militares do Iraque até meados deste ano e novas reduções de contingente dependem de recomendações militares, disse neste sábado, 12, o presidente norte-americano, George W. Bush. Falando depois de uma reunião com seu comandante militar no Iraque, general David Petraeus, e o embaixador norte-americano em Bagdá, Ryan Crocker, em uma base no Kuwait, Bush disse que as melhoras na segurança no Iraque "estão permitindo que algumas tropas dos EUA voltem para casa". "Qualquer redução adicional será baseada em recomendações do general Petraeus", disse Bush. O presidente pediu para que Irã e Síria façam mais para conter a violência no Iraque.   Bush incitou o Irã e a Síria a se esforçarem mais para controlar a violência no Iraque. "O papel do Irã na fomentação da violência foi exposto", disse Bush.   O presidente norte-americano adicionou que, mesmo o governo no Iraque tendo progredido, é necessário fazer mais. "Eles já fizeram o suficiente? Não", disse. Bush chegou ao Kuwait na sexta-feira, 11.  

Tudo o que sabemos sobre:
EUABUSHIRAQUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.