Bush aprova US$ 162 bi para guerras no Iraque e Afeganistão

Presidente elogia aprovação do Congresso 'sem atar mãos de comandantes ou prazo para retirada de tropas'

Associated Press,

30 de junho de 2008 | 11h17

O presidente americano, George W. Bush, promulgou nesta segunda-feira, 30, o texto que prevê mais US$ 162 bilhões para financiar as operações militares no Iraque e no Afeganistão até que o próximo presidente assuma o cargo, em janeiro de 2009.   Veja também: EUA intensificam operações secretas contra o Irã   Durante a assinatura, Bush afirmou que estava satisfeito com a aprovação dos legisladores do Congresso americano, "sem atar as mãos de nossos comandantes e sem um calendário oficial para a retirada do Iraque". O plano de despesas aumentou para US$ 650 bilhões os gastos aprovados pelo Congresso para as operações militares no Iraque desde o início do conflito, há mais de cinco anos. Já o dinheiro gasto com a guerra no Afeganistão totaliza agora quase US$ 200 bilhões.   A aprovação também incluiu fundos de ajuda universitária a militares, a extensão de benefícios de desemprego e a criação de um fundo emergencial de US$ 2,7 bilhões em ajuda a Estados da região central do país afetados por desastres naturais.

Mais conteúdo sobre:
EUAIraqueAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.