Bush confirma fama de gafes na Austrália

Presidente dos EUA confundiu Apec com Opep e chamou australianos de austríacos

EFE

07 de setembro de 2007 | 03h39

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, justificou nesta sexta-feira a fama de protagonista de gafes, confundindo o Fórum de Cooperação Econômica (Apec) com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e transformando as tropas australianas em austríacas. Manifestantes abaixam as calças para Bush na Austrália O primeiro tropeço aconteceu pouco após o início do seu discurso a um grupo de líderes empresariais que assistem à cúpula do Apec, em Sydney. "Agradeço ao senhor primeiro-ministro, pela sua apresentação", disse, referindo-se ao chefe de Governo australiano, John Howard. "Obrigado por ser um excelente anfitrião da cúpula da Opep", acrescentou, provocando as gargalhadas da audiência. Bush, acostumado a situações como essa, aproveitou para fazer uma brincadeira. "Ele me convidou para ir à cúpula da Opep no próximo ano", comentou. Mas não terminou por aí. Minutos depois, Bush lembrou a visita de Howard às tropas "austríacas" no Iraque, quando na realidade se referia aos mais de 1.500 soldados australianos postados no país. Ainda por cima, errou a saída após pronunciar seu discurso. Howard foi em seu auxílio e mostrou a saída correta. Em maio numa cerimônia de boas-vindas a Washington, Bush disse à rainha da Inglaterra, Elizabeth II, que ela havia visitado os EUA no século XVIII.

Tudo o que sabemos sobre:
BushEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.