Bush dá conselhos a candidatos à Presidência dos EUA

O presidente dos Estados Unidos,George W. Bush, fez comentários sobre a eleição que escolherá osucessor dele, descrevendo a disputa como um processo ainda emaberto e aconselhando os vencedores das primárias de Iowa,marcadas para quinta-feira à noite, que "se aferrem a suasselas" diante do caminho duro à frente. As prévias de Iowa representam o primeiro passo do processode nomeação dos candidatos para as eleições presidenciais de2008. As pesquisas mostram uma disputa apertada tanto nacorrida entre os democratas quanto entre os republicanos. Bush, que conquistou a Casa Branca por duas vezes e queestá a um ano do término de seu mandato, não quis fazerprevisões sobre quais seriam os vencedores. "Eu não posso dizer isso, e nem você pode. A corrida estáaberta", disse Bush em uma entrevista concedida à Reuters naquinta-feira. O caso do atual líder norte-americano é único entre ospresidentes da era moderna porque não conta com um herdeironatural --o vice dele, Dick Cheney, não pretende concorrer aocargo. Bush preferiu manter-se neutro por enquanto, mas daráapoio a qualquer candidato escolhido pelo Partido Republicano. Em uma campanha que já assistiu a muitas reviravoltas, Bushpreviu mais surpresas ainda. "Quem quer que vença hoje à noite, ele viverá um momento deglória. Mas meu único conselho é: aferre-se a sua sela porqueesse é só o começo", afirmou Bush, proprietário de um rancho noTexas. "As primárias oferecem uma forma interessante de testar aspessoas. O que parece ser uma estrada lisa torna-se esburacadade uma hora para outra", acrescentou. Pesquisas mostram que os três principais pré-candidatosentre os democratas, os senadores Hillary Clinton e BarackObama e o ex-senador John Edwards, disputam a corrida palmo apalmo. O republicano Mike Huckabee possui uma pequena vantagemsobre Mitt Romney, que também enfrentará a concorrência dosenador John McCain nas prévias da próxima terça-feira, noEstado de New Hampshire. Depois de New Hampshire os candidatos continuarão aparticipar de eleições em outros Estados como a Carolina doSul, a Flórida e Nevada, ao longo das próximas semanas. Bush, que por vezes, durante a entrevista, parecia sentirfalta da agitação dos tempos de campanha, lembrou-se de algunsdos momentos difíceis que enfrentou durante sua campanha de2000. Apesar de ter vencido em Iowa com facilidade, Bush sofreuuma grande derrota em New Hampshire para McCain antes de serecuperar e acabar conquistando a vaga como candidato peloPartido Republicano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.