Bush faz apelo por acordo em Doha durante discurso anual

O presidente dos Estados Unidos,George W. Bush, pediu na segunda-feira uma conclusãobem-sucedida das negociações sobre o comércio mundial epressionou o Congresso pela aprovação de acordos comerciais comColômbia, Panamá e Coréia do Sul. "Hoje nosso crescimento econômico depende cada vez mais denossa capacidade de vender bens norte-americanos, colheitas eserviços em todo o mundo", disse Bush em seu último discursosobre o Estado da União ao Congresso. "Por isso estamos trabalhando para derrubar barreiras aocomércio e aos investimentos onde pudermos. Estamos trabalhandopor uma Rodada de Doha bem-sucedida, e temos de chegar a um bomacordo neste ano", disse Bush. A Rodada de Doha foi lançada pouco mais de seis anos atrás.Muitos analistas acreditam que as negociações podem durar pormais alguns anos caso não seja finalizada antes da posse donovo presidente norte-americano, em janeiro de 2009. O governo norte-americano está sob pressão para oferecerreduções maiores nos subsídios agrícolas nas negociaçõescomerciais. Washington, por sua vez, insiste que países emdesenvolvimento avançado, como Brasil e Índia, têm de fazer suaparte e abrir seus mercados para mais bens agrícolas eindustriais produzidos no exterior. O chefe dos grupos de negociações nas áreas de bensindustriais e agrícolas da Organização Mundial do Comércio emGenebra deve divulgar textos revisados nas próximas semanas,que podem estabelecer o caminho para um acordo final, ou expordivergências ainda mais profundas nas negociações. (Por Doug Palmer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.