Bush irá à cerimônia de abertura da Olimpíada de Pequim

Viagem do líder americano dependia de conversas entre Pequim e dalai-lama, segundo a Casa Branca

Reuters,

03 de julho de 2008 | 18h12

O presidente George W. Bush irá comparecer à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos na China no próximo mês, informou a Casa Branca nesta quinta-feira, 3. "O presidente e a sra. Bush irão comparecer às cerimônias de abertura dos Jogos Olímpicos no dia 8 de agosto", disse a porta-voz da Casa Branca Dana Perino em um comunicado que anunciava a viagem de Bush para a Coréia do Sul, Tailândia, e China no mês que vem. Anteriormente, a Casa Branca anunciou que Bush poderia estar nas cerimônias e que sua presença não dependeria de conversas entre Pequim e os representantes do dalai-lama. "Não vou poder anunciar a agenda do presidente, mas ele vai à Olimpíada e eu espero que a cerimônia de abertura faça parte dessa viagem", disse Perino mais cedo. "Ele acredita que irá à China para dar seu apoio, acima de tudo, aos nossos atletas", disse Perino. Mas Bush também vai discutir as questões dos direitos humanos e liberdade religiosa com o presidente chinês, Hu Jintao, durante sua visita no mês que vem e numa reunião durante a cúpula do G8 no Japão, na semana que vem, segundo a porta-voz. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse que vai decidir na semana que vem se vai ou não à cerimônia de abertura dos Jogos, dependendo de como forem as conversas entre Pequim e os representantes do dalai-lama.   A presença de líderes mundiais na cerimônia de abertura dos Jogos de Pequim se tornou uma questão importante em março, quando Pequim reprimiu os protestos anti-China no Tibete. Alguns dos líderes ameaçaram não comparecer, enquanto outros afirmaram que iriam à cerimônia.      

Tudo o que sabemos sobre:
EUABushPequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.