Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bush libera US$ 555 bi para o ano fiscal de 2008

Medida aprovada pelo presidente americano inclui verba de US$ 70 bi para guerras no Iraque e Afeganistão

Efe,

26 de dezembro de 2007 | 21h24

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assinou nesta quarta-feira, 26, o projeto de lei de orçamento de US$ 555 bilhões para o ano fiscal 2008, que inclui US$ 70 bilhões para as operações no Iraque e no Afeganistão e financia as operações de 14 agências do governo federal.   "A lei financia o governo até os limites responsáveis que tinha proposto Bush, sem ter de aumentar os impostos", disse Scott Stanzel, um dos porta-vozes da Casa Branca. Stanzel anunciou que "em breve Bush esboçará sua proposta de orçamento para o ano fiscal 2009 que conterá as despesas, manterá os impostos baixos e continuará pelo atalho caminho do equilíbrio orçamentário".   No dia 19 de dezembro o Congresso dos EUA aprovou o amplo projeto de lei de despesas para o ano fiscal 2008 que inclui também fundos para o Plano Colômbia. A medida autoriza um total de US$ 545,6 milhões de dólares para o projeto contra o narcotráfico e os grupos armados ilegais, embora o número represente um corte de US$ 43,4 milhões do solicitado pelo governo Bush.   A aprovação do projeto de lei, livre das condições impostas pelos democratas para o desembolso de fundos para o Iraque e Afeganistão, foi interpretada na semana passada como uma vitória política para a Casa Branca. No entanto, a votação teve um sabor amargo para a oposição democrata, que tinha tentado novamente condicionar os fundos bélicos à retirada das tropas no Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
EUABush

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.