Bush pede ao Congresso que aprove fundos para Iraque

Presidente dos EUA diz que soldados que estão no Iraque e Afeganistão 'merecem algo melhor' dos legisladores

Efe,

07 de junho de 2008 | 12h31

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pediu neste sábado, 7, ao Congresso que aprove um projeto de lei de despesas suplementares para as operações militares no Iraque e no Afeganistão, por considerar que os soldados "merecem algo melhor" dos legisladores. "O Congresso tem a oportunidade de dar a nossos homens e mulheres uniformizados as ferramentas necessárias para nos proteger, e o Congresso deveria aprovar imediatamente estes fundos vitais", disse Bush em discurso pelo rádio que costuma fazer aos sábados. O Senado dos EUA já aprovou um projeto de lei de despesas de US$ 165 bilhões para as operações militares no Iraque e no Afeganistão, mas também incluiu, apesar das objeções da Casa Branca, fundos para uma série de programas internos não relacionados com defesa. A Casa Branca, no entanto, deixou transparecer que Bush poderia ceder a algumas das imposições democratas sobre os programas internos se, em troca, forem ampliados os benefícios de educação para os cônjuges e filhos dos soldados. Bush advertiu também que as demoras do Congresso para aprovar o projeto de lei de forma definitiva poderiam ter graves conseqüências para os membros das Forças Armadas. Segundo o presidente americano, os soldados e seus parentes "merecem algo melhor" dos legisladores. "Escuto com freqüência que os legisladores dizem que se opõem à guerra, mas que mesmo assim apóiam às tropas. Agora têm a oportunidade de demonstrar isso", disse Bush.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.