Bush rejeita possibilidade de negociar com Raúl Castro

O presidente norte-americano, GeorgeW. Bush, rejeitou nesta quinta-feira a idéia de incentivar Cubaa se abrir à democracia por meio de diálogo com o líder cubanoRaúl Castro. Ao ser perguntado, durante entrevista à imprensa na CasaBranca, sobre o que perderia com o encontro, Bush disse: "O quese perde constrangindo um tirano que coloca seu povo na prisãopor causa de suas convicções políticas? O que se perde é queisso envia a mensagem errada." "Isso dará um grande status aos que têm suprimido osdireitos humanos e a dignidade humana. Eu não estou sugerindoque não haverá nunca um momento para falar", afirmou Bush, masacrescentou que agora não é o momento de começar discussões comRaúl Castro. "Ele não é nada mais do que uma continuação do que seuirmão fez, que foi arruinar a ilha e encarcerar as pessoas porsuas crenças", disse Bush. (Reportagem de David Alexander)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.