Bush tem recorde de impopularidade em nova pesquisa

Apenas 30% da população aprova presidente americano; falta de apoio cresce até entre republicanos

Agência Estado e Associated Press,

08 de fevereiro de 2008 | 10h51

Os americanos não suportam mais o presidente George W. Bush, com apenas 30% deles dizendo aprovar seu governo, seu mais baixo índice de popularidade já registrado na pesquisa The Associated Press-Ipsos. A queda de quatro pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, do início de janeiro, foi influenciada pela diminuição do apoio a Bush entre os integrantes de seu próprio partido, o Republicano. A deterioração da imagem de Bush parece estar vinculada aos problemas enfrentados pela economia dos EUA, com empregos sendo cortados, os mercados financeiros desabando e os imóveis sofrendo desvalorização, criando temores de uma recessão. A aprovação à forma como Bush tem lidado com a economia caiu para 29%, quatro pontos a menos do que na sondagem anterior, com uma insatisfação notável entre a classe média e sulistas. "Ele gastou bilhões de dólares com a guerra, e a economia aqui está sofrendo", afirmou Ron Brathwaite, um democrata de 41 anos de Nova York. "Se você está liderando este país, você deveria começar consertando as coisas aqui dentro". Segundo a sondagem, apenas 33% aprovam a forma como Bush está conduzindo a guerra no Iraque. Em relação a questões internas, como saúde, energia e meio ambiente, apenas 27% concordam com suas iniciativas, uma queda de sete pontos em relação a janeiro. Nas últimas semanas, Bush tem sido ofuscado pelas primárias presidenciais dos partidos Republicano e Democrata, e mesmo os candidatos de seu partido não têm se preocupado em defendê-lo. Eles, entretanto, não o têm atacado, já que Bush ainda é popular entre a direita religiosa. Ainda assim, apenas 61% dos republicanos aprovam o trabalho de Bush - o recorde anterior de baixa havia sido registrado no mês passado, 65%. Só 28% dos republicanos disseram aprovar fortemente o presidente. Já entre os democratas, apenas um em 10 têm uma visão positiva de Bush. Entre os independentes, três em 10. O recorde negativo anterior de Bush havia sido registrado em novembro, com apenas 31% aprovando seu trabalho. O recorde negativo de popularidade de um presidente americano na pesquisa Gallup foi estabelecido por Harry Truman em 1952, durante a Guerra da Coréia, 23%. O presidente Richard Nixon chegou a 24% em meados de 1974, antes de renunciar devido ao escândalo Watergate. A pesquisa AP-Ipos foi realizada de 4 a 6 de fevereiro por telefone com 1.006 adultos. A margem de erro é de 3.1 pontos a mais ou a menos.

Tudo o que sabemos sobre:
George W. BushEUApesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.