Califórnia decreta estado de emergência por incêndios

Schwarzenegger libera todos os recursos do Estado para combater desastre; pelo menos uma pessoa morreu

Efe,

22 de outubro de 2007 | 07h36

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, decretou estado de emergência no sul do Estado, onde nas últimas horas incêndios deixaram um morto e vários feridos, além de destruir várias casas e obrigar a população a deixar a região.  Veja também:Fogo nos EUA destrói castelo e ameaça universidadeIncêndio se espalha na Califórnia e mata um "O governador Schwarzenegger proclamou o estado de emergência nos condados de Los Angeles, Orange, Riverside, San Bernardino, San Diego, Santa Barbara e Ventura por conta de onze grandes incêndios", indica em comunicado divulgado no site de seu escritório. Todos os focos estão localizados na região sul da Califórnia, onde "mais de 12 mil hectares já pegaram fogo e outras áreas estão ameaçadas". Os incêndios deixaram uma pessoa morta e várias feridas em estado grave, segundo a nota, que acrescenta que "diversas casas, comércios e outros edifícios pegaram fogo" e que "os residentes de zonas em perigo estão sendo retirados". O estado de emergência decretado por Schwarzenegger permite ao governador colocar todos os recursos do Estado à disposição da luta contra o fogo, que se estendeu nas últimas horas. O incêndio começou neste domingo, 21, em Malibu, onde queimou cerca de 30 mansões que tinham sido esvaziadas, assim como uma igreja. As chamas se estenderam rapidamente de Los Angeles em direção a San Diego e para outras regiões.

Tudo o que sabemos sobre:
Califórniaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.