Califórnia reforça trabalhos de extinção de incêndios

Uma pessoa morreu; elevadas temperaturas e a pouca umidade complicam os trabalhos dos bombeiros

Efe,

12 de julho de 2008 | 05h26

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, anunciou o reforço de dois mil membros da Guarda Nacional e a chegada de ajuda internacional para os trabalhos de extinção dos incêndios que castigam o estado. Uma pessoa morreu por causa do incêndio no condado de Butte. Schwarzenegger disse que ordenou que dois mil membros da Guarda Nacional da Califórnia concluam seu treinamento para se juntar o mais rápido possível às tarefas de extinção dos incêndios. As elevadas temperaturas e a pouca umidade registrada nas últimas horas na região complicam os trabalhos dos bombeiros, que já conseguiram controlar quase 1.500 focos, embora 322 continuem ativos em toda a Califórnia, onde mais de 300 mil hectares já pegaram fogo. "Já temos 400 membros da Guarda Nacional na primeira linha, e quando estiverem prontos estes outros dois mil ajudarão muito durante a temporada de incêndios", disse o governador em comunicado. Além do pessoal da Guarda Nacional da Califórnia, Schwarznegger revelou que vários países ofereceram ajuda na luta contra o fogo, como México, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. "Todos estão trabalhando juntos. Oficiais locais, estaduais e federais, e estamos recebendo até ajuda internacional," disse. O xerife do condado de Butte, cerca de 100 quilômetros ao norte de Sacramento e uma das áreas mais castigadas pelo fogo, confirmou nesta sexta-feira que um corpo foi encontrado em uma casa destruída na região de Concow, onde previamente havia sido emitida uma ordem de evacuação por causa dos incêndios. A identidade da vítima não foi revelada, mas algumas testemunhas indicaram à imprensa local que se trata de um morador da região de aproximadamente 58 anos. Mais de 100 casas foram arrasadas na Califórnia desde o começo dos incêndios, há três semanas, e mais de 60 delas estavam situadas no condado de Butte.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndiosCalifórniaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.