Câmara dos EUA adia votação sobre recursos para Guerra do Iraque

Projeto de lei inclui ainda uma emenda sobre a retirada de tropas e ajuda para veteranos de guerra

Efe,

08 de maio de 2008 | 04h56

A Câmara de Representantes adiou na quarta-feira, 7, a votação de um projeto de lei para destinar US$ 195 bilhões para a Guerra do Iraque. O texto inclui uma emenda sobre uma retirada das tropas desse país, disseram fontes legislativas. O projeto, que devia ser submetido a uma votação nesta quinta-feira, 8, também inclui fundos para financiar parcialmente assistência econômica a veteranos de guerra e ajuda a desempregados. "A votação foi adiada. Não foi fixada uma nova data para essa votação", disse uma fonte democrata do Congresso. O anúncio do adiamento foi conhecido depois de a presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, prometer que ouviria as preocupações de alguns legisladores sobre a inclusão no projeto de outras iniciativas. Vários republicanos alegaram que não tiveram a oportunidade de participar da elaboração do projeto, e em protesto colocaram uma série de moções de procedimento. "Não nos permitiram introduzir nenhuma emenda (...) Não permitiram que as vozes da metade do povo americano fossem ouvidas", disse John Boehner, líder da minoria republicana na Câmara de Representantes. "Suas preocupações são legítimas e devem ser atendidas", assinalou Pelosi.

Tudo o que sabemos sobre:
Guerra do IraqueIraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.