Canadá prepara mudança na contratação de empregados estrangeiros, diz mídia

O governo do Canadá planeja limitar o número de trabalhadores temporários com remuneração baixa que os empregadores podem trazer para o país, como parte de um plano de medidas a ser anunciado nesta sexta-feira, de acordo com relatos da imprensa cadanense.

REUTERS

20 de junho de 2014 | 12h52

O governo vai limitar o número de trabalhadores estrangeiros que empresas podem ter com base no número total de empregados, segundo reportagem do Globe and Mail. A expectativa é que se reduza pela metade a mão de obra barata trazida para o país a cada ano. Esse total de trabalhadores no ano passado foi 31 mil.

O governo tem sido pressionado a fazer mudanças no programa de trabalhadores estrangeiros temporários, depois de relatos de abusos cometidos por empregadores.

Em abril, o Canadá havia dito que não permitiria mais que restaurantes contratassem novos trabalhadores estrangeiros temporários, até que o programa fosse revisto.

Na época, o governo disse que o país considerava reformas para garantir que os empregadores recrutassem e treinassem canadenses.

(Por Euan Rocha)

Mais conteúdo sobre:
CANADAESTRANGEIROSTRABALHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.