Canadense é preso acusado de abusar de meninos na Tailândia

Orville Frank Mader, de 54 anos, foi preso no Canadá; autoridades tailandesas pedem extradição do homem

Associated Press,

02 de novembro de 2007 | 13h30

Um canadense suspeito de pedofilia, acusado de abusar de garotos na Tailândia, incluindo um menino de 8 anos que diz ter sido coagido a ir até o quarto de hotel do homem, foi preso no Canadá, segundo anunciou a polícia nesta sexta-feira, 2. Orville Frank Mader, 54 anos, foi detido pelas autoridades canadenses em Vancouver na quinta-feira, segundo o oficial de polícia Apichart Suribunya, chefe do escritório da Interpol na Tailândia. Mader deixou a Tailândia na segunda com direção ao Vietnã, antes de voar para o Canadá. "Nós pedimos às autoridades canadenses que o extraditem, pois ele cometeu seus crimes na Tailândia", disse.  A polícia expediu um mandado de prisão para Mader na quarta-feira, depois que um garoto tailandês de oito anos contou ter sido levado ao quarto de hotel de Mader por um homem tailandês na cidade litorânea de Pattaya. A criança afirmou ter praticado sexo oral em Mader, segundo Apichart. A polícia disse acreditar que Mader tenha abusado de pelo menos mais três meninos. O caso do canadense segue uma série de prisões de outros suspeitos de crimes sexuais, destacando o sudeste da Ásia como um imã para pessoas que buscam cometê-los.  A polícia do Camboja prendeu um alemão na quinta-feira, após fazer uma busca em seu hotel em Phnom Penh e encontrá-lo na cama com uma garota de 14 anos, disse Keo Thea, chefe da polícia antitráfico de pessoas do Camboja. O homem foi identificado como Jopen Reimund Hubert, de 61 anos de idade e natural de Colônia, na Alemanha. A garota contou à polícia que já havia tido outras relações sexuais com o homem. A pena máxima por abuso sexual de menores no Camboja é de 20 anos de prisão. Diversos países do sudeste da Ásia, incluindo a Tailândia, Camboja e Vietnã, são populares entre os pedófilos devido à falta de policiamento, à corrupção no sistema judiciário e à pobreza que força as crianças a entrarem para o mundo da prostituição. As polícias da Tailândia e do Camboja estavam coordenando o caso de Mader, segundo Apichart. O canadense já havia sido preso no Camboja em 2004, acusado de ter abusado de cinco garotos, todos com idades inferior a 15 anos, disse Samleang Seila, diretor da ONG francesa Action Pour Les Enfants. Mas a corte municipal de Phnom Penh liberou Mader devido à falta de provas, disse. O problema dos pedófilos na região ganhou destaque após a prisão, no dia 19 de outubro, do canadense Christopher Paul Neil, acusado de ter abusado de meninos tailandeses, vietnamitas e cambojanos.

Tudo o que sabemos sobre:
Pedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.