Candidatos dos EUA percorrem Iowa à caça de votos

Dez pré-candidatos àPresidência dos Estados Unidos percorreram na quinta-feira opequeno Estado de Iowa, no esforço final a uma semana do inícioda disputadíssima campanha eleitoral de 2008. Iowa é o primeiro Estado a realizar a escolha partidária,na quinta-feira, num processo que culmina com a eleiçãopresidencial de 4 de novembro. As pesquisas apontam um tríplice empate entre os democratasHillary Clinton, Barack Obama e John Edwards, e uma disputaacirrada entre os republicanos Mitt Romney e Mike Huckabee. O vencedor na convenção de Iowa ganha impulso considerávelpara as disputas seguintes. Em Des Moines, Obama criticou "a política do medo que dizaos democratas que a única forma de olhar para a segurançanacional é falando, agindo e votando como os republicanos deGeorge Bush". Foi uma alusão indireta à senadora Hillary Clinton,criticada por seus adversários pelos votos favoráveis a umapolítica externa agressiva contra Irã e Iraque. Todos os pré-candidatos lamentaram o assassinato daex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto. Fazendocampanha em Lawton (noroeste de Iowa), Hillary aproveitou paralembrar a platéia de sua experiência em política externa, porter sido primeira-dama. "Conheci Benazir Bhutto durante 12 anos, e a conheci comouma líder, a conheci como alguém que estava disposta a assumirriscos para buscar a democracia em nome do povo do Paquistão",afirmou. Os republicanos estão menos presentes no Estado. O pastorbatista Huckabee, ex-governador de Arkansas, que vive momentode forte crescimento nas pesquisas, passou o dia na Flórida,mas voltaria a Iowa ainda na quinta-feira. Romney, ex-governador de Massachusetts, fez campanha em NewHampshire, que faz a disputa no dia 8, cinco dias após Iowa. O ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani fez campanha naFlórida, onde as eleições primárias serão em 29 de janeiro. Emqueda nas pesquisas, Giuliani concentra sua campanha na Flóridae nos 22 Estados que realizam a disputa na chamada"Super-Terça", 5 de fevereiro. (Reportagem adicional de Scott Malone, Caren Bohan, EdStoddard, Andy Sullivan, Carey Gillam)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.