Casa Branca ameaça Ucrânia com sanções se violência continuar

A Casa Branca condenou nesta quinta-feira a violência em Kiev, instou todos os lados envolvidos a se acalmarem e ameaçou impor sanções contra a Ucrânia se a situação no país não melhorar.

Reuters

23 de janeiro de 2014 | 16h43

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse em entrevista que as tensões no país são um resultado direto da falha do governo em tomar conhecimento das "legítimas" reivindicações de seu povo.

Os Estados Unidos apelaram para que o governo ucraniano revogue a legislação antidemocrática recentemente aprovada, disse Carney.

(Reportagem de Jeff Mason e Roberta Rampton)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAUCRANIASANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.