Casa Branca confirma novo pacto de segurança com Filipinas

Um novo pacto de segurança entre os Estados Unidos e as Filipinas será assinado quando o presidente Barack Obama chegar na nação do Sudeste Asiático na segunda-feira, e se destina a criar uma maior estabilidade na região, afirmaram autoridades dos EUA neste domingo.

Reuters

27 de abril de 2014 | 09h52

O acordo permite o reforço da "presença rotativa" das forças dos EUA no país, mas não um retorno de bases militares norte-americanas. Ele permitirá que as forças dos EUA treinem e realizem exercícios com as forças filipinas para segurança marítima, assistência a desastres e ajuda humanitária, disseram funcionários da Casa Branca a repórteres, em uma coletiva.

Autoridades que acompanham Obama em uma visita à Malásia citaram a resposta a desastres como o tipo de cooperação que o pacto facilitará.

"Nós não estamos fazendo isso por causa da China", afirmou Evan Medeiros, maior conselheiro de Obama para a região da Ásia, quando perguntado se o pacto teria sido concebido para combater a assertividade chinesa.

(Por Mark Felsenthal e Matt Spetalnick)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAFILIPINAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.