Casa Branca não pode confirmar se áudio de Bin Laden é autêntico

Um importante conselheiro da Casa Branca disse que não poderia confirmar a autenticidade de um áudio de Osama bin Laden assumindo a responsabilidade pela tentativa de ataque a um avião que viajava aos Estados Unidos no dia de Natal.

REUTERS

24 de janeiro de 2010 | 13h18

"Não posso confirmar nem negar a autenticidade do áudio, mas assumindo que é ele (Bin Laden), sua mensagem contém as mesmas justificativas vazias para matar inocentes que já ouvimos antes", disse David Axelrod ao programa "State of the Union", da CNN.

A gravação foi ao ar no domingo pela rede de televisão Al Jazeera.

O nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab, que estava a bordo do avião que se dirigia a Detroit, está sendo acusado de tentar explodir o voo realizado em 25 de dezembro.

"A mensagem enviada a vocês sobre a tentativa do herói nigeriano Umar Farouk Abdulmutallab é uma confirmação de nossa mensagem anterior transmitida pelos heróis de 11 de Setembro", disse a voz atribuída a Bin Laden na fita gravada.

(Por Vicki Allen)

Tudo o que sabemos sobre:
EUACASABRANCABINLADEN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.