Casa Branca: republicanos podem conquistar maioria na Câmara

Os republicanos podem conquistar o controle da Câmara dos Estados Unidos nas eleições de novembro, reconheceu o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, no domingo.

REUTERS

11 de julho de 2010 | 13h34

"Não há dúvida de que há assentos suficientes em jogo que podem levar os republicanos a ganhar o controle, não há dúvida sobre isso", afirmou Gibbs ao programa "Meet the Press" (encontre a imprensa) do canal NBC, quando questionado se os democratas manterão sua maioria na Câmara.

Todos os 435 assentos da Câmara estarão sendo disputados nas eleições de 2 de novembro, assim como 36 assentos de um total de 100 do Senado.

O presidente Barack Obama terá mais dificuldades em fazer avançar sua agenda política no Congresso se os republicanos fizerem avanços expressivos no pleito e acabarem com a maioria dos democratas na Câmara e no Senado.

Na corrida eleitoral, Obama tenta convencer norte-americanos impacientes de que suas políticas econômicas estão funcionando e que avanços demandarão tempo.

"Entendemos que as pessoas estejam frustradas, todos estão frustrados", afirmou Gibbs. "Olhe, o presidente está frustrado com o fato de ainda não termos visto maiores esforços de recuperação, mas isso não nos impede de fazermos o que sabemos ser o correto, de instituir as políticas que sabemos trará o país de volta", acrescentou.

Obama e os democratas estão lidando com uma série de problemas, e muitos analistas políticos consideram a eleição de novembro um referendo nacional de suas políticas.

A economia ainda labuta e o desemprego tem flutuado pouco abaixo de 10 por cento. A guerra no Afeganistão não está indo bem e o derramamento de óleo no Golfo do México gerou críticas de que a resposta de Obama foi muito lenta, desorganizada e leve para BP Plc.

(Por Lesley Wroughton)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICAOCAMARA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.