Caso de garoto que estaria em balão gerará acusações criminais

Autoridades disseram no sábado que farão acusações criminais no caso de um garoto de seis anos que provocou uma intensa busca por temores de que ele estaria dentro de um balão de hélio, mas que foi encontrado mais tarde em segurança em casa.

REUTERS

18 de outubro de 2009 | 10h10

O departamento do xerife de Larimer County prepara as acusações sobre o incidente. O pai do garoto, Richard Heene, um inventor e cientista amador, negou ter provocado o incidente para chamar atenção.

"Antecipamos... que haverá algumas acusações criminais em relação a esse incidente", disse o xerife Jim Alderden, a jornalistas durante entrevista coletiva transmitida pela CNN.

Ele acrescentou que a acusação deve ser de má conduta.

Heene e sua mulher, Mayumi, foram interrogados por autoridades no sábado.

(Reportagem de Alexandria Sage)

Tudo o que sabemos sobre:
EUABALAOPROCESSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.